Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

R-Sertaneja se encontra triste 07/08/12

R-Sertaneja se encontra triste 
R-Sertaneja se encontra triste com os falecimentos dos artistas da músicas sertaneja Raiz, um que fez dupla com seu irmão Léu e Zalo que fez dupla com seu consangüíneo zilo grande perda para o sagrado som do sertão.

O cantor Liu, da dupla sertaneja Liu e Léu, faleceu aos 77 anos neste fim da noite de sábado, 04/08/12, em Ibiraci, no sul de Minas Gerais.
Lincoln Paulino da Costa vinha sofrendo problemas no pulmão e estava em casa quando teve um infarto e morreu.
Segundo familiares, o corpo do cantor foi sepultado às 16h30 deste domingo no Cemitério Municipal de Itajobi, cidade natal da dupla.
Liu completaria 78 anos na próxima terça-feira, dia 7.
Ele deixa esposa e dois filhos.
Carreira
Lincoln Paulino da Costa (Liu) e Walter Paulino da Costa (Léu) nasceram em uma família de músicos, especialistas em catiras, ritmo musical marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos.
Liu e Léu iniciaram a carreira em 1959 com a gravação da música "Rei do Café", de Teddy Vieira e Carreirinho.
No início se apresentavam em circos pelos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás e Mato Grosso.
Em mais de 50 anos de carreira, a dupla lançou 55 discos e um DVD.
Morreu também Zalo o cantor sertanejo da dupla ‘Zilo e Zalo’
Nesta quarta-feira (1º) às 19h na cidade de Mogi Guaçu (SP).
Sepultamento do músico foi às 16h em Ibitiúra de Minas (MG).
Artista tinha 76 anos e sofria de doença de chagas e enfisema pulmonar.
Do G1 Sul de Minas
O músico sofria de doença de chagas e estava internado na UTI do Hospital de Mogi Guaçu com enfisema pulmonar.
O artista era natural de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), mas morava há 17 anos em Mogi Mirim (SP).
Ele deixa três filhos e dois netos.
O corpo foi enterrado na tarde desta quinta-feira em Ibitiúra de Minas (MG), cidade natal da esposa dele.
Sobre a dupla
Zilo e Zalo gravaram mais de 400 músicas (Foto: Daniel Viola/ Recanto Caipira)
A dupla ‘Zilo e Zalo’ era formada pelos irmãos Aníbio Pereira de Sousa, o Zilo, que faleceu em 2002 e Belizário Pereira de Sousa, o Zalo. Eles começaram a cantar ainda meninos, com 11 e nove anos, em bailes e coretos de igreja nos fins de semana, mas foi a partir de 1954 que estrearam em um programa da Rádio Difusora, em Santa Cruz do Rio Pardo.
Neste mesmo ano, mudaram-se para a capital paulista e no ano seguinte ficaram entre os 10 primeiros colocados em festival de música. Mas foi só em 1959 que gravaram o primeiro disco, com a canção ‘A volta do seresteiro’, o que motivou a contratação da dupla por uma gravadora, onde lançaram vários sucessos como ‘O milagre do ladrão’, ‘Alma inocente’, ‘Tango da meia-noite’, ‘A vingança do caçador’, entre outros.
Ao todo, os irmãos gravaram mais de 400 músicas, sendo que entre elas, destaca-se ‘Queixas de amor’, que é de autoria própria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário