Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Ramiro Viola & Pardini 24/02/13


Ramiro Viola & Pardini
Ramiro Vieira de Andrade, o “Ramiro Viola”, é natural de Botucatu  e nasceu em 25 de Abril de 1953 na Fazenda Boa Vista. Começou sua vida musical ainda criança levado pelo seu pai, o Sr. Eduardo Vieira de Andrade, às rodas de viola que viravam as noites nos finais de semana. Quando criança gostava de ouvir pelo rádio os programas sertanejos que apresentavam as principais duplas do momento. Nesta época o Circo levava para as cidades, além do espetáculo em si, uma grande variedade de shows e quando aparecia um Circo em Itatinga, lá estava Seu Eduardo e o pessoal da Fazenda numa Carreta de Trator ou charrete para assistir aos espetáculos.
Nesta época, Ramiro assistiu Tião Carreiro & Pardinho, Zé Carreiro & Carreirinho, Tonico & Tinoco e muitos outros artistas que hoje são seus amigos.
Ao completar 12 anos de idade mudou-se para a Cidade de Botucatu e formou sua primeira dupla com o primo Pedrinho, ambos com 12 anos, os dois cantaram pela primeira vez em 30/10/1973 na Rádio Emissora de Botucatu.
Entre 1974 e 1977, Ramiro conviveu e aprendeu muitas coisas com o famoso “Serrinha”, convivência esta que foi muito importante na sua formação sertaneja.
Antonio Luis Nóbile, o “Pardini”, nasceu em 22 de Julho de 1965 na Cidade de São Caetano do Sul, SP e aos dez anos, por influência da mãe a Sra Neli Fratoni Nóbile, começou a tomar gosto pela música sertaneja ao aprender os primeiros acordes no violão orientado por um amigo.
     Seu tio, desde moço tocava e cantava em dupla na cidade de Bofete, região de Botucatú e teve uma influência musical marcante na vida do seu sobrinho. Antonio Luiz queria mesmo tocar e cantar. Em março de 1983, Antonio Luiz já com familia, mudou-se para a cidade de Santos, SP, mas sempre que possível, durante as visitas ao seu tio Nadir em Bofete, a viola estava presente. Nestas rodas conheceu vários amigos, que juntamente, com seu tio cantavam e tocavam durante as churrascadas, aniversários e festas familiares. 
Em novembro de 1999, com a vinda do amigo  Santo Pavanelli à Botucatu, para tratar de assuntos de negócios, o tio convidou Antonio a reunião. Nela estava presente o cantor e compositor Ramiro Viola. Terminada a reunião, como de costume, cantaram algumas modas para os presentes e de imediato surgiu à idéia da formação da dupla. O amigo em questão era dono de uma gravadora.
    Ramiro Viola e o parceiro Pardini gravaram em 2002 o primeiro Cd, “Violeiro Matuto”, com 14 faixas  e que conta com as participações especiais de: Inezita Barroso, Carreiro & Carreirinho além de compositores como Jesus Belmiro, Valdemar Reis, Zé Goiano, José Caetano Erba, Tico Andrade, etc. O CD contou  com o apoio de amigos como o Dr. Braz Nogueira (patrocinador do CD), Rivaldo Corulli (Diretor do Programa Viola Minha Viola) e Robertinho do Acordeom.
Ainda  em 2002, a dupla produziu o CD Duplo, “Angelino de Oliveira - Arquivo”, um antigo sonho do Dr. Braz Nogueira, Idealizador e Patrocinador do projeto. O CD conta com a colaboração artística de várias pessoas que, voluntariamente abraçaram essa idéia de resgate do importante compositor de “Tristeza do Jeca” e está sendo distribuídas gratuitamente em todas as Escolas, fundações e entidades de Botucatu.
Fonte http://www.violacaipira.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário