Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

EDIO E GUSTAVO

EDIO E GUSTAVO
Gustavo, nascido em Florianópolis/SC em 04 de maio de 1979, começou a cantar e tocar violão aos 8 anos de idade por incentivo da família e apoio do pai que também cantava e tocava, assim como tios e primos músicos.
Seus primeiros passos foram inspirados nas músicas de duplas de renome do sertanejo de raiz, tais como: Xitãozinho e Xororó, Zéze Di Camargo e Luciano, Cristian e Ralf entre outras duplas que foram surgindo na época.
A partir daí Gustavo não parou mais, participou de diversos festivais de música, programas de calouros e concursos, levando para casa algumas vitórias.
Aos 16 anos já fazia festas de casamentos e aniversários com seu pai. Mas foi aos 23 anos que Gustavo teve sua primeira iniciativa profissional, montando uma banda de Rock Clássico a qual começou a tocar e se apresentar em diversas casas de Shows de Florianópolis.
Com a sua banda foi vencedor três vezes de concurso de bandas e com isso começou a surgir mais trabalhos.


Seu trabalho foi se profissionalizando e surgiu um novo projeto de uma dupla para tocar Rock Clássico e Pop Rock acústico em Bares da região.
Ediovane Anselmo, mais conhecido como Edio, nasceu em Criciúma/SC, em fevereiro de 85. Cresceu em Imbituba/SC e também por incentivo do pai começou a cantar e a tirar suas primeiras músicas no violão. Em seguida começou a praticar na Igreja evangélica que a família frequentava. Mesmo na música gospel, a influência do rock in roll sempre esteve presente.  Ao completar 20 anos de idade foi morar na grande Florianópolis, e começou a frequentar barzinhos com som ao vivo. Em uma dessas vezes conheceu Gustavo e tornaram-se grandes amigos.
Não demorou muito, Edio tornou-se parceiro de Gustavo dando inicio ao trabalho da dupla. Inicialmente com som acústico de Pop Rock e Rock Internacional passando para o sertanejo universitário, quando este ficou em ascensão na região.
Em Florianópolis Edio & Gustavo ficaram conhecidos por seu trabalho com profissionalismo, responsabilidade, carisma e humildade. Passaram por diversas casas noturnas, casamentos e eventos em geral, conquistando assim, seu espaço no cenário artístico de Florianópolis e região.
Após três anos de muito trabalho e dedicação, surgiu a oportunidade de participarem do “Festival Clube de Música Sertaneja” em Curtiba (PR). Onde dentre as mais de 160 duplas participantes, Edio & Gustavo, passaram por todas as eliminatórias e foram um dos vencedores do concurso.
Diante disso, hoje a dupla tem parceria com a maior casa de “balada sertaneja” do país, a “Woods Bar”, com Shows em Balneário Camboriú/SC, Curtiba/PR, Foz do Iguaçu/PR, São Paulo/SP, Cascavel/PR, entre outras casas da região do Paraná e toda Santa Catarina.
O show da dupla é característico pela sua sintonia de vozes, excelente repertório sempre atualizado, presença de palco, descontração e carisma com o público, sendo lembrados pela energia que transmitem e por fazerem o público se divertir.
A dupla no momento está buscando além da gravação de seu primeiro CD, o reconhecimento nacional de seu trabalho.

Otávio Augusto e Gabriel 
Os irmãos Otávio Augusto e Gabriel fazem parte dessa nova geração de grandes intérpretes da música sertaneja. Seus cinco CDs lançados são referência quando o assunto é cultura sertaneja, pois cresceram ouvindo esse gênero musical e para completar são primos da dupla Zilo e Zalo, patrimônios da música raiz.
Em 1998 surge a dupla Otávio Augusto e Gabriel. Suas primeiras apresentações foram em associações de violeiros em sua cidade, Osasco na grande São Paulo. No ano seguinte gravaram seu primeiro CD, a partir daí começaram a se apresentar em programas de rádio e TV, incluindo apresentações nos programas Viola Minha Viola e Especial Sertanejo, ambos de muita audiência no cenário musical sertanejo.
Talentosos, logo despertaram a simpatia de grandes artistas do meio sertanejo, entre eles a cantora e apresentadora Inezita Barroso, que se tornou uma grande incentivadora do trabalho da dupla, e também de Pedro Bento e Zé da Estrada, que além do incentivo, os convidaram para participar de seu CD de 40 anos de carreira, junto a outros renomados artistas sertanejos do cenário nacional. Em 2001, gravaram seu segundo CD por um selo independente, e novas apresentações aconteceram no rádio e na televisão.
Em 2004 que lançaram seu terceiro trabalho, desta vez contratados pela gravadora Atração. No repertório, a música Mala Amarela tornou-se sucesso nas vozes da dupla em todo Brasil, tanto que mais tarde foi regravada por outros artistas.  Esse CD foi um divisor de águas da carreira, pois ele quase atingiu a vendagem de 50.000 cópias, o que os daria disco de ouro.
Em 2005 foram convidados pelo narrador de rodeios Marco Brasil á participar de seu CD e DVD gravado ao vivo, repetindo a parceria feita em 2003 no CD acústico do narrador.
Com o quarto CD intitulado Namorando Teu Sorriso, lançado em 2006 a dupla conseguiu dar continuidade ao trabalho alcançando ótimos resultados em rádios de todo o país, destacando-se a música que dá título ao CD (Namorando Teu Sorriso) dentre outras músicas como Amei Demais, Não Diga que Me Ama, o pagode de viola Em Clima de Rodeio que faz parte do DVD do narrador de rodeios Gleydson Rodrigues, entre outras músicas.
Eles ainda contam com uma coletânea lançada pela gravadora Atração "Otávio Augusto e Gabriel - Só as Melhores" que reúne as músicas mais executadas da carreira da dupla e conta com duas regravações gravadas ao vivo, a música "Só Dá Você Na Minha Vida" (Rick) gravada por João Paulo e Daniel e "É Por Você Que Canto" uma versão gravada pela dupla Leandro e Leonardo.
Os irmãos já se apresentaram em vários programas de TV desde o começo de sua carreira. Foram mais de vinte apresentações no programa Viola Minha Viola (Cultura) com Inezita Barroso, duas apresentações no Raízes do Campo (Record) com Chitãozinho e Xororó, uma participação no programa Terra Sertaneja (Band) com Sérgio Reis, participação no programa Simple Life (Record) com Karina Bacchi e Ticiane Pinheiro, apresentação no programa Especial Sertanejo (Gazeta) com Marcelo Costa, apresentações em TVs á cabo e parabólicas como no programa Eliane Camargo e Terra da Padroeira e vários outros, também em retransmissoras das grandes TVs abertas por todo o Brasil.
O quinto trabalho lançado de 2009 alcançou ótimos resultados tanto de público quanto de crítica. O CD tem como um dos muitos destaques a música Eternos Namorados uma composição do Otávio Augusto em parceria com o Gabriel (Zé Henrique e Gabriel) e que foi a primeira música desse trabalho a chegar nas rádios, pois teve seu lançamento nos últimos meses de 2008 antecipado ao restante do CD. Essa música chegou a ser 8º lugar na lista das músicas sertanejas mais executadas nas rádios de todo o Brasil segundo um dos sites mais respeitados do gênero nesse tipo de medição.
A expectativa de que esse CD se torne um marco na carreira da dupla é muito grande pois em muito pouco tempo de lançamento já coleciona críticas muito positivas de radialistas e todos grandes artistas sertanejos como: Rick (Rick e Renner), Zezé Di Camargo (Zezé Di Camargo e Luciano), Chitãozinho e Xororó, Gino e Geno, Zé Henrique e Gabriel entre outros artistas que já expressaram publicamente a admiração pelo trabalho da dupla.
Otávio Augusto e Gabriel vêm alcançando muito sucesso em sua turnê de shows. Com o repertório bem diversificado, mostram suas qualidades como músicos e intérpretes e conquistam o público por onde têm passado. São muitos shows em festas de Peão, Aniversário de Cidades e Casas de Shows em todo o Brasil, principalmente no Sul de Minas Gerais e interior de São Paulo.
A dupla Otávio Augusto e Gabriel vêm realizando um trabalho que prioriza a qualidade, tanto nos CDs quanto nos shows, assim têm conseguido cada vez mais espaço e respeito no cenário musical.

Rick e Ricardo
 História
Nascidos em Juiz de Fora, zona da mata mineira, os irmãos Rick e Ricardo são a nova aposta do sertanejo no país. A dupla está a sete anos na estrada e há três é uma das principais atrações musicais da capital mineira e região.
Incentivados pelo pai, Marcelo Montserrath, Rick e Ricardo começaram cedo a respirar música. Marcelo, na adolescência, tocava cavaquinho em um grupo de samba da escola.  Porém, ao concluir o colegial, abandonou a carreira artística. Os irmãos nasceram rodeados de instrumentos musicais e desde pequeno mostravam o dom para a música.
Rick, o mais velho, canta há 10 anos. Seguindo os passos do pai, o primogênito iniciou a carreira de cantor em uma banda de colégio. Na época, a família morava em Contagem, grande BH. O gosto pelo sertanejo surgiu quando o garoto foi assistir a um show de uma renomada dupla. Desde então, Rick passou a ser um cantor do estilo. Ricardo, o casula, depois de tocar bateria e percussão em uma banda que dividia com os amigos, deu formação a dupla. O nome, “Rick e Ricardo”, foi sugerido pelo radialista Léo de Oliveira.
De volta à terra natal, os irmãos gravaram um demo com duas canções para divulgarem o trabalho. Depois de muita batalha, a dupla conquistou o público juizforano. Em 2007 foi lançado, em uma casa de show da cidade, o primeiro cd, batizado de “Uma nova sensação”.
Morando desde 2008 em Belo Horizonte, os filhos de Marcelo e Ana Lúcia lotam as principais casas noturnas  e festas de rodeio do estado. É no território do sertanejo elétrico que a dupla vêem conquistando o Brasil. O som dos irmãos Rick e Ricardo é marcado pelo encontro das raízes do sertão e o agito da percussão baiana.
Com três CDs gravados e músicas veiculadas nas principais rádios mineiras, Rick e Ricardo apresentam um repertório muito característico. A dupla leva ao palco canções sertanejas, conhecidas nacionalmente, composições próprias como “Loucura” e “Agora é pra valer” e o elétrico (sertanejo em ritmo de axé).
 Rick e Ricardo Elétrico - Bloco Chora Me Liga
 Embalados por um show animado, a dupla conquistou o cenário musical carioca. Conhecido historicamente como um dos mercados mais resistentes, o Rio de Janeiro se rendeu ao sertanejo elétrico de Rick e Ricardo.
Há dois anos, os irmãos comandam o único bloco de carnaval movido por música sertaneja, o “Chora, me liga”. Rick e Ricardo levaram a orla do Leblon o som incomum no carnaval carioca e arrastaram mais de 40 mil foliões. O bloco é apadrinhado pela atriz global, Nívea Stelmann.
 DVD Loucura 2011
 Para condecorar os sete anos da dupla e brindar a boa fase, Rick e Ricardo gravaram, no dia 18 de Março, o primeiro DVD. No Mix Garden, local da gravação, mais de 3 mil pessoas participaram da nova conquista dos irmãos. No repertório, músicas já conhecidas como “Sensação”, “Alô Morena” e “Gata Manhosa” agitaram o público.
A produção e direção do projeto ficaram por conta dos consagrados Dudu Borges e Ivan Miyazato. Como participação especial, a dupla convidou Emmerson Nogueira que dividiu os vocais da canção “She’s not crying anymore” – versão em português “Ela não vai mais chorar”.
O DVD, que será lançado no final do ano, contará com 07 músicas inéditas. Dentre elas o hit “Mente me esnoba” de Euler Coelho, responsável por “Chora, me liga”, sucesso na voz de João Bosco e Vinícius e “Voa Beija-flor” de Jorge e Mateus. Outra inédita vem das mãos de Thiaguinho (Exaltasamba) e Rodriguinho, trata-se da canção “Se você gosta de mim”.
Serviço
(31) 9985-3259 ou (31) 8738-5558

Reginaldo e Donizette.
Reginaldo e Donizetti formam hoje uma das duplas sertanejas mais completas do interior Paulista,mais para conquistarem esse mérito passaram por muitas dificuldades no decorrer desses 10 anos de muita luta e sacrifício.
Reginaldo, natural de Itatiba/SP descobriu muito cedo o dom de cantar,quando ainda tinha apenas 8 anos de idade. Cantando em escolas,circos,praças publicas e festas particulares,descobriu com o tempo o dom de compor,e sua principal apresentação foi em um clube da cidade de Itatiba aos 9 anos que deu a oportunidade de levar o 1º lugar com a sua composição maravilhas da natureza.
Depois disso veio a vontade de viver da música e decidiu então a tocar em bares,restaurantes e outros lugares mais na região da pequena cidade aonde reside até hoje.
Donizetti, natural de Campinas /SP também tinha a música correndo pelas veias, e da mesma forma que Reginaldo também se apresentava em bares, restaurantes e outros lugares mais, só que na mesma cidade de Reginaldo seu parceiro.
Como os dois viviam da noite muitas vezes se encontravam, até tocava-nos mesmos lugares, porém em datas diferentes, que muitas vezes acabavam causando um certo ciúme entre os dois,porém era pura bobagem pois o destino da dupla já estava traçado.
Num determinado dia Reginaldo estava tocando em um restaurante na cidade aonde mora,quando Donizetti chegou com sua família para almoçar,para não ficar chato para ambos Reginaldo então convidou Donizetti para cantar uma música com ele que por sinal foi a música (Feito eu) de autoria de Alexandre da dupla Ataíde e Alexandre e interpretada pelos cantores Chitãozinho e Xororo que são hoje as maiores inspiração da dupla. Depois desse dia começou uma grande amizade e começaram a cantar juntos nos lugares que antes os dois eram concorrentes. Assim então a dupla vendo que tudo daria certo para eles,mais do que depressa começaram a vender shows fora de Itatiba que não foi nada fácil,na noite vieram muitas propostas mais nada agradava a música,foi então que partiram para São Paulo para tentar a sorte a grande na selva de pedras,porém também foi muito difícil,porque o que os dois ganhavam,ou eles pagavam o ônibus para voltarem para casa,ou eles comiam nas ruas da cidade de São Paulo,e essa vida levaram por mais ou menos uns 3 anos.Quando estavam a beira de desistir voltaram para o interior e começaram novamente a luta nas imediações da cidade aonde moram.
E foi em uma apresentação na cidade de Munhoz MG que um dia a sorte bateu na porta desses dois talentos da musica sertaneja, conheceram a atual empresária da dupla que estava disposta a fazer com que os dois fossem conhecidos a nível nacional, mais mesmo assim continuava a luta porque tudo era muito disputado.
Depois de muita procura conhecemos um multiinstrumentista chamado Enoque que hoje toca na Banda da dupla Zé Henrique e Gabriel que decidiu produzir o CD da dupla Reginaldo e Donizetti, enfim, metade do sonho realizado.
Hoje depois de quase 10 anos juntos conseguiram gravar seu primeiro CD que com certeza vai seu um sucesso absoluto e graças a todos aqueles que acreditaram e e ate hoje fazem parte da vida dessa dupla que vem conquistando publico por todos os lugares onde passam.
Nosso muito obrigado a empresa packbaners,Flavia Granzoto nossa empresária e amiga,Israel da terraplenagem,radio 102,1 de Bragança Paulista,o radialista Cladio Moreno, Enoque Rodolfo Produtor Musical, Doceria formiga maluca e todas as casas que acreditam em nosso talento,nosso muito obrigado do fundo do coração,Deus abençoe a todos.
Sandro Lopes
é mais um ícone da música sertaneja.
Vem de uma família humilde, viveu sua infância na zona sul de São Paulo desde os cinco anos quando veio para São Paulo com seus pais.
Ainda quando criança já mostrava seu interesse pela música até que em 1986 formou sua primeira banda onde cantavam diversas músicas da época, popular e sertanejo.
A banda não vingou, mas Sandro Lopes continuou com sua trajetória, com seu sonho. Até que depois de alguns anos em uma empresa que trabalhou conheceu Well Messias, um cantor solo que também sonhava um dia mostrar seu trabalho. E assim formaram a dupla "Sandro Lopes & Well Messias", fizeram diversos shows em Carapicuiba, Osasco, Itapeví, Mailasque São Roque, zona sul de São Paulo e em outras regiões, cantaram em muitos lugares fazendo a alegria da galera.
Mas o destino não quis dar continuidade a carreira e finalizaram a dupla em março de 1996. A partir daí Sandro Lopes com sua determinação incessante voltou a cantar solo. Teve diversas dificuldades até financeira, mudou-se para Guarulhos em 2004. Depois de alguns anos juntado suas economias e com ajuda de sua família resolve gravar seu primeiro cd solo. Nesse albúm bem eclético, Sandro Lopes não dispensa seu romantismo com as músicas ( Dúvidas, Eu te amo demais, Hoje eu sei, Vou mudar, Eu tô mal e as músicas pra cima ( Quero sim, faço tremer o chão) entre outras.

E agora Sandro Lopes diz: " Tenho muita fé em Deus, sei que está comigo a todo momento e a única coisa que peço a ele é que me dê força e saúde pra que eu possa cantar e trazer paz e alegria a todos os corações. fiz esse disco com muito carinho e dedico a todos que me apoiaram, minha esposa, minha mãe meu pai que já não está mais com agente, mas sei que ele está do meu lado, amigos e fãs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário