Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

terça-feira, 1 de março de 2016

Alberto Calçada:

Alberto Calçada:
        Alberto de Souza Calçada nasceu em São Paulo/SP, em 06 de agosto de 1929, e faleceu também na capital paulista em 29 de julho de 1983.
Além de acordeonista e tecladista, foi também compositor e produtor de discos, tendo sido também o fundador da Gravadora Chantecler.
Alberto começou a tocar acordeom com apenas 11 anos de idade. Em 1942, formou o conjunto Irmãos Calçada juntamente com as irmãs. O conjunto passou a se apresentar na Rádio Difusora nos programas "Clube Papai Noel" e "Festa na Roça". Na Rádio Record, os Irmãos Calçada se apresentaram no programa "Escola Risonha e Franca", na Rádio Record de São Paulo/SP.
Em 1942, formou o conjunto Irmãos Calçada juntamente com as irmãs. O conjunto passou a se apresentar na Rádio Difusora nos programas "Clube Papai Noel" e "Festa na Roça". Na Rádio Record, os Irmãos Calçada se apresentaram no programa "Escola Risonha e Franca". A família mudou-se para a cidade de Araguari, em Minas Gerais, em 1946.


Em 1947, formou um trio juntamente com os irmãos Sebastião Alves da Cunha e Elias Alves da Cunha. Atuaram na Rádio de Araguari até 1950. Ainda neste ano, o Trio apresentou-se no programa "Arraial da Curva Torta", apresentado pelo Capitão Furtado na Rádio Difusora. Com a dissolução do trio passou a se apresentar em circos em companhia de diversos artistas, como Tonico e Tinoco, Paraguassu e outros, numa companhia de Celso Rodrigues, o Sertãozinho.
Em 1954, gravou com Palmeira e Biá fazendo acompanhamento no acordeon. Nessa época, Palmeira, Biá e Alberto Calçada foram contratados pela Rádio Piratininga, para um programa semanal que ia ao ar toda terça-feira às 21:00 hs.
Em 1955, Alberto Calçada gravou na RCA-Víctor o seu primeiro disco 78 RPM com as músicas "Aí que Tá" e "Valsa do Pescador" interpretada por Palmeira e Biá.
No mesmo ano, gravou também na RCA-Víctor o seu segundo 78 RPM, com as músicas "Pica-Pau" e "Caldo Verde".
Em 1956, gravou seu terceiro Disco 78 RPM, também na RCA-Víctor, com "Sarapico" e "Baião Número Cinco".
Ainda em 1956, Alberto Calçada participou da gravação do primeiro bolero sertanejo, que foi "Boneca Cobiçada" interpretada por Palmeira e Biá.
Em 1958, gravou a valsa "Cascata de Lágrimas" e o tango "Paixão Gaúcha".
No mesmo ano, juntamente com Palmeira e Biá, passou a trabalhar num programa semanal na Rádio Record de São Paulo. E, na mesma emissora, participava de um programa que era dirigido pelo saudoso Vicente Leporace.
E foi nesse mesmo ano de 1958 que gravou seu primeiro LP intitulado "Cascata de Valsas", que foi também o primeiro LP lançado pela gravadora Chantecler, cujo nome também foi uma sugestão de Alberto Calçada.
Em 1959, "Alberto Calçada e Seu Conjunto" lançaram seu segundo LP pela Chantecler: "Cascata de Valsas - Vol. 02".
"Alberto Calçada e Seu Conjunto" lançaram ainda os LP's Volumes 03, 04 e 05 de "Cascata de Valsas" entre 1960 e 1961.
Alberto trabalhou durante vários anos na gravadora Chantecler, tendo participado da maioria das gravações como técnico, onde também foi produtor de discos.
Nessa época começou a deixar a vida artística.
Gravou um total de 21 discos 78 RPM, além de um compacto duplo e 20 LP's. Dentre suas muitas composições destacaram-se, entre outras, "Condenado", com Palmeira, "O Céu Chorou Por Mim", feita com Haroldo José, "Água Benta", em parceria com Miltinho Rodrigues e "Regresso", composta com Dino Franco e gravada por Tibagi e Miltinho. Acompanhou entre outros, Tonico e Tinoco, Zé Carreiro e Carreirinho e Zé Fidélis.
Entre suas produções está "Coração de luto", o grande sucesso do cantor gaúcho Teixeirinha.

Leonel Rocha e Campos:
Leonel Rocha, natural de Canoinhas/SC e Campos, natural de Pratápolis/MG, se conheceram em Curitiba, capital do Paraná em 1975, quando formaram a dupla. No ano seguinte foi contratados pela Gravadora Som Livre, uma empresa do Grupo de TV Rede Globo.
Eles foram a primeira dupla sertaneja contratada pela Som Livre, onde lançaram dois discos.
Na época a gravadora Chororó era uma das mais dedicadas aos sertanejos e convidou Leonel Rocha e Campos para fazerem parte do seu elenco artístico, que tinha entre outros: TRIO PARADA DURA, GINO E GENO, AMADO BATISTA, JOÃO MINEIRO E MARCIANO, além de muitos outros. Assinaram contrato e gravaram três discos.
Depois veio o convite do Dr. Brás Bacarim, diretor artístico da Chantecler, a maior gravadora do Brasil, que hoje pertence ao Grupo Warner. Pela Chantecler a dupla gravou mais três discos.
Em seguida se transferiram para a Globo Gravações, onde gravaram um disco.
Após um período de oito anos sem gravar, foram convidados pela Gravadora RGE pra gravar um CD, com o título "VOCÊ FOI DEMAIS".
Nesse período as gravadoras lançaram quatro coletâneas da dupla, com outros artistas, totalizando quatorze discos.
Agora a dupla está preparando um novo repertório com músicas inéditas e algumas regravações de antigos sucessos, para lançar o décimo quinto volume.
Este novo CD será lançado pela Cooperativa dos Músicos do Brasil – COOMUBRA – com lançamento para todo o Brasil.
Leonel Rocha, além de fazer parte da dupla é apresentador de Rádio e Televisão.
Na TV foi o criador e apresentador do programa "NOSSA TERRA, NOSSA GENTE", que foi apresentado durante 10 anos pela TV SBT no estado do Paraná. Na TV Bandeirantes também do Paraná, fez uma curta temporada no programa "SHOW DA MANHÃ", além de marcar presença no quadro "Roda de Viola" do programa "NOSSA GENTE FAZ O SHOW", pela TV Bandeirantes do Paraná.
Atualmente a dupla está com o programa "LEONEL ROCHA E CAMPOS" pela Rede Mercosul de TV, para todo o estado do Paraná. O programa vai ao ar todos os sábados das 19:00 às 20:00 hs pelo canal 21. Além de seus sucessos a dupla apresenta seus convidados, dando espaço para os novos artistas, sempre trazendo também aqueles que foram sucessos.
Leonel Rocha tanto no Rádio como na TV sempre é líder de audiência nos seus programas.

Leonel e Goiá Filho:
Leonel: Nascido na cidade de Coromandel/MG começou na música aos 11 anos.
Integrou algumas bandas, duas duplas sertanejas, com as quais gravou LPs e CDs.
Atualmente, produz artistas da área sertaneja, além da dupla feita com Goiá Filho, com o qual esta divulgando o novo trabalho do cd “Simplesmente Goiá”, e participam também do projeto “O poeta ainda vive”, que consiste em um song book, constando um livro, um Cd, e DVD homenageando Goiá e suas obras, trabalho este realizado por uma produtora de Minas Gerais.
Goiá Filho: Natural de São Paulo, filho do grande compositor da música sertaneja, Goiá, formou ao longo do tempo algumas duplas, compondo também para inúmeras duplas,
Está atualmente com o Leonel lançando o primeiro cd juntos, numa homenagem ao pai, Goiá, Cd que contém 19 músicas, dentre elas, duas faixas onde cantam com o Goiá, pois graças à tecnologia, puderam resgatar a voz do eterno poeta. Também um pout-pourri com vários clássicos dele; uma inédita de nome Imagem do sertão; uma música de Goiá filho, mostrando que também compõe como o pai, além de outras grandes obras.
O Cd tem tudo para despontar pela qualidade e conteúdo. A dupla já está na estrada com apresentação por todo o Brasil.

Fonte = garagemmp3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário