Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

domingo, 18 de setembro de 2016

Zé pagão e Fostino

 Zé pagão e Fostino
José Marciano de Oliveira (Zé Pagão) nasceu na cidade de Leme, no interior do estado de São Paulo, em 22 de junho de 1912.
Formou sua primeira dupla em 1939 com Zé Mané (Josafá Estevão Nepomuceno).
Em 1942 foram contratados pela Colúmbia, gravando ali seu disco de estréia, com as músicas "Rosa Branca" e "O Cravo e a Rosa". O estilo da dupla era marcado pela suavidade e logo conquistou o público, sendo lançado ainda em 1942 seu segundo disco, com "No Batê da Porteira" e "Sertão do Laranjinha". No ano seguinte, ainda na Colúmbia, gravaram "Borda da Mata" e "Quanta Saudade", seguido de "Goianinha" e "Nossa Bandeira". Depois passaram a gravar pela Continental.
Em 1945, com o falecimento de Zé Mané, Zé Pagão juntou-se a Luís Rosa, que adotou o nome artístico de Nhô Rosa, passando a atuar na Rádio Educadora Paulista (hoje Gazeta) e na Bandeirantes, em programas sertanejos. Gravaram alguns discos de 78 rpm.
Pouco tempo depois Nhô Rosa deixou a dupla, sendo substituído pelo violeiro Faustino de Oliveira, o Fostino.


A nova dupla passou atuar nas Rádios Piratininga e Tupi, gravando uma série de discos de 78 rpm. No final da década de 50, a dupla lançou seu primeiro LP, em selo Vitória, com seus maiores sucessos já gravados em disco.
A dupla gravou ainda a toada "Juriti", que foi utilizada para a trilha sonora do filme "Dioguinho", estrelado por Hélio Souto e dirigido por Carlos Coimbra, em 1957.


Zé Cupido
José Idelmiro Cupido (Zé Cupido), cognominado o Mestre da Oito Baixos, nasceu em Quirimim, município de Taubaté, no estado de São Paulo, em 18 de dezembro de 1936.
Com oito anos de idade perdeu a visão, passando então a viver num mundo diferente e nem sequer pensar em meios para conseguir ver a luz do dia, pois vivendo assim sente-se muito feliz. Para ele não existe tristeza.
Aos nove anos de idade, já demonstrava sua tendência para a música dominando com perfeição a gaita de boca substituindo mais tarde por uma de dois baixos.
Assim sucessivamente, Zé Cupido foi ampliando seus conhecimentos musicais tornando-se um dos mais perfeitos solistas de oito baixos.
Na sua terra natal era o ídolo dos dançarinos. Não vencia os convites para se apresentar em bailes e festinhas. Em 1954, resolveu tentar a vida artística na cidade de São Paulo, logo no início deparou com sérios problemas, obrigando-o inclusive a substituir sua oito baixos por uma de cento e vinte baixos.
Com isso Zé Cupido tornou-se perfeito profissional de ambos instrumentos, desde então vem destacando em vários programas de rádio e TV.
Foi o responsável por muitos acompanhamentos de várias duplas de grande nome no cenário artístico, entre eles Tonico e Tinoco, Teixeirinha, entre outros.
Suas músicas sempre transmitem muita alegria.
Maestro em Valsas, maxixes, choros, rancheiras, calangos, arrasta-pés e quadrilhas.

Faleceu em 28 de julho de 2013.

Um comentário:

  1. ESTE BLOG AINDA É MEU EU CRIEI ELE PARA QUE POSSAMOS JUNTOS CONHECER ESTAS HISTÓRIAS LEGITIMAS DA MUSICA SERTANEJA SEJAM TODOS BEM VINDOS

    ResponderExcluir