Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

domingo, 27 de setembro de 2015

Leonel Rocha e Campos.

Leonel Rocha e Campos.
Leonel Rocha, Natural de Canoinhas/SC e Campos Natural de Pratápolis /MG, se conheceu em Curitiba, capital do Paraná em 1975, quando formaram a Dupla.
No ano seguinte foi contratada pela Gravadora Som Livre umas empresa do Grupo de TV Rede Globo.
Eles foram a primeira dupla sertaneja contratada pela Som Livre, onde lançaram dois discos.
Na época a gravadora Chororó era uma das mais dedicadas aos sertanejos e convidou Leonel Rocha e Campos para fazerem parte do seu elenco artístico, que tinha entre outros: TRIO PARADA DURA – GINO E GENO – AMADO BATISTA – JOÃO MINEIRO E MARCIANO, alem de muitos outros.
Assinaram contrato e gravaram três discos.
Depois veio o convite do Dr. Brás Bacarim, diretor Artístico da Chantecler, a maior gravadora do Brasil, que hoje pertence ao Grupo Warner. Pela Chantecler a dupla gravou mais três discos.
Em seguida se transferiram para a Globo Gravações, onde gravaram um disco.


Após um período de oito anos sem gravar, foram convidados pela Gravadora RGE pra gravar um CD, com o título VOCÊ FOI DEMAIS.
Nesse período as gravadoras lançaram quatro coletâneas da dupla, com outros artistas, totalizando quatorze discos.
Agora a dupla está preparando um novo repertório com músicas inéditas e algumas regravações de antigos sucessos, para lançar o décimo quinto volume.
Este novo CD será lançado pela Cooperativa dos Músicos do Brasil – COOMUBRA – com lançamento para todo o Brasil.
Leonel Rocha, além de fazer parte da dupla é apresentador de Rádio e Televisão.
Na TV foi o criador e apresentador do programa NOSSA TERRA, NOSSA GENTE, que foi apresentado durante 10 anos pela TV SBT no Estado do Paraná.
 Na TV Bandeirantes também do Paraná, fez uma curta temporada no programa SHOW DA MANHA, alem de marcar presença no quadro Roda de Viola do programa NOSSA GENTE FAZ O SHOW, pela TV Bandeirantes do Paraná.
Atualmente a dupla está com o programa LEONEL ROCHA E CAMPOS pela Rede MERCOSUL de TV, para todo o Estado do Paraná. O programa vai ao ar todos os sábados das 19 as 20 horas pelo canal 21. Alem de seus sucessos a dupla apresenta seus convidados, dando espaço para os novos artistas, sempre trazendo também aqueles que foram sucessos.
Leonel Rocha tanto no Rádio como na TV sempre é líder de audiência nos seus programas.
Leonel Rocha e Campos é o Show que não pode faltar na sua cidade ou festa!

Os Gladiadores.
Adalberto, Adinam e Pauletti formam o trio "Os Gladiadores". Foram os primeiros a gravar, em 1982, com sucesso a composição de Jeca Mineiro e Atílio Versuti, "Fuscão Preto", que se tornaria um ícone da música sertaneja. Gravaram quatro discos pela gravadora Continental. Em 1987, lançaram o LP "Os Gladiadores Volume 4", interpretando, entre outras, a guarânia "Noite de Ronda", de Maria Tereza Lara, em versão de José Fortuna, a canção rancheira "Amor Fantasia", de Wandré de Paula, o corrido "Estrada do Tempo", de José Fortuna e Paraíso, o rasqueado "É Muito pra Minha Cabeça", também de José Fortuna e Paraíso, e a toada "Vida de um Caminhoneiro", de Juracy e Marcito.

Zezeti e Ademir.
A origem sertaneja e o amor pela música uniram Zezeti e Ademir. Juntos há treze anos e com seis álbuns gravados, os cantores conquistaram um estilo próprio e transmitem ao seu público a sinceridade de uma amizade e de uma carreira em que o principal objetivo é tocar o coração das pessoas com suas canções.
Uma delas se tornou conhecida pelo grande público ao ser gravada por artistas de renome e por compor a trilha sonora da novela "Canavial das Paixões", do SBT. “Escolta de Vagalumes”, de autoria de Luiz Carlos Garcia e Zezeti, fez sucesso nas vozes de Rick e Renner, Sérgio Reis, Jad e Jeferson, entre outros artistas.
A inspiração vem de suas raízes e dos ídolos João Mineiro e Marciano, Milionário e José Rico e Tião Carreiro e Pardinho.
José Elói da Silva (Zezeti), nasceu em São Jorge do Ivaí, no estado do Paraná, e Ademir Francisco Pereira (Ademir), nasceu em Apucarana, também no estado do Paraná. Duas cidades do interior do Paraná, onde a cultura sertaneja predomina nos costumes e no estilo musical.
Se conheceram em 1993, mas a formação da dupla só veio acontecer no início de julho de 1999, com incentivo e participação do amigo da dupla, Orlando Garcia.
No ano seguinte, eles deram início à preparação do repertório musical para gravação do primeiro álbum, “A Dança do Peão”. O lançamento aconteceu em 2001, alcançando maior sucesso com as músicas: ”Saudade Country” (Rick e Alexandre); Meu Sertão (Zezeti) e Minha Luz (Ademir). Foi também o ano em que estrearam na Festa do Peão de Barretos, em um grande show realizado para a divulgação do CD.
No final de 2002, a dupla lançou o CD “Escolta de Vagalumes” e manteve o sucesso com as músicas mais solicitadas nas emissoras de rádio: “Segunda-Feira Braba” (Zezeti e Zé Pampeano); “Atraso do Destino” (Tony Celso); “Íntimo” (Paulinho Corsaletti) e “Escolta de Vagalumes” (Luiz Carlos Garcia e Zezeti).
O CD “Em Nome do Amor”, produção de José Panice, com arranjos de Marquinhos Garcia, foi gravado no final de 2004 e lançado em 2005 pela OMG Music. As músicas mais solicitadas nas emissoras de rádio foram: “Em Nome do Amor” (Ademir), “Tô Seprocado” (Zezeti e Teodoro – com participação especial do Teodoro), “Quero Agradecer a Deus” (Zezeti), “Vou Te Amar Além da Vida” (Menino Celes e Gabriel P. Silva), “Coração de Menino” (José Panice) e “Um Perfume na Noite” (JK e Zezeti).
O quarto CD da dupla, “Amor de Internet”, gravado na primavera de 2008, teve como destaque as músicas: “Se For Dirigir Não Beba” (Nil Andrade e Barnabé), “Amor de Internet” (André Moralles), “Só uma Vez Por Semana” (Jauri Gomes) e “Mel de Abelha” (JK). O álbum conta com um repertório variado, incluindo a música de raiz “O Espelho”, autoria de Luiz Carlos Garcia.
O álbum “Amor de Internet” traz a inscrição “AS GARGANTAS QUE ENCANTAM”, marca da dupla definida por JK (compositor, cantor e radialista), apresentador do Programa "Estrada da Vida" nas Rádios Port Wave FM e Kalapalo, no Japão.
Além de intérpretes e instrumentistas, Zezeti e Ademir se destacam como compositores. O trabalho de composição é uma das grandes paixões de Zezeti, que é autor de sucessos da dupla que foram regravados por outros artistas, como: “Meu Sertão”, também gravada por Jad e Jefferson e Eliane Camargo e “A Turma da Latinha”, gravada por Juliano César e pela Banda Almas Iguais.
No quinto álbum da dupla, lançamento Global Music 2010, contendo faixas inéditas e regravações de antigos sucessos, desponta como sucesso a nova música “Rastreada por Paixão”, autoria de Marcus Paulo e Toninho Cruz. Cabe ressaltar que a música “De Volta Pra Casa”, autoria de JK, Zezeti e Lael F. de Souza está obtendo sucesso no Japão.
A música raiz não podia faltar nesse trabalho, por isso, Zezeti e Ademir fizeram questão de colocar no CD o modão raiz caipira “A Fazenda”, autoria de Luiz Carlos Garcia e Rogério, valendo destacar que, ao lado da faixa “Semente do Amor” (Luiz de Castro, Ronaldo Adriano e Muniz Teixeira), é uma das mais pedidas nos programas de rádio e não pode faltar nas apresentações em programas de TV.
Vale a pena conhecer o trabalho dessa dupla.
Com vozes sinceras e amigas, “As Gargantas que Encantam” estão prontas para cantar e encantar o Brasil e o mundo.
http://zezetieademir.blogspot.com.br/

Flor da Serra e Pinherá.

Valdemar Banhos (Flor da Serra) nasceu em Alfenas, no estado de Minas Gerais em 1934, e faleceu em 2002, e Gumercindo Nogueira Galvão (Pinherá) nasceu em Ipuiúna, no estado de Minas Gerais, em 1934, e faleceu em Poços de Caldas/MG em 1994. 
Iniciaram a carreira em 1958, participando das eliminatórias do torneio "Roda de Violeiros", da Rádio Cultura de Poços de Caldas. Em 1960, gravaram seu primeiro disco pela Chantecler, com as músicas "Drama da Vida" e "Sabiá Graúna".
No ano seguinte, a dupla lançou pela mesma gravadora "Abraçando a Taça" e "Relógio Velho", cantando então na Rádio Nacional de São Paulo. 
Gravaram o primeiro LP em 1962, pela Chantecler, com destaques para as músicas "Bênção de Mãe", "Quinze de Novembro", "Rodeio de Patos de Minas" e "Drama da Vida". Nesse mesmo ano a dupla lançou um segundo LP. 
Em 1967 alcançou sucesso com novo LP, incluindo "Está na Cara", que deu título ao disco, e ainda "Viver de Saudade", "O Circo Chegou" e "Triângulo Amoroso". 
Além da Rádio Nacional, de São Paulo, a dupla atuou também nas Rádios Record e Nove de Julho, apresentando-se ainda no programa Canta Viola, na TV Record, de São Paulo, e também nas TVs Tupi e Bandeirantes. 
A dupla separou-se em 1972, após a gravação do LP "Amor de Estudante", pela Polygram. 
Em 1974 Flor da Serra fformou dupla com santiago, gravando dois LPs. Gravou o LP "Mineiro do Pé Quente" em 1976 com Belmiro, destacando-se a faixa- título. Formando outra dupla com Santarém em 1982, gravou o LP "Flor da Serra e Santarém", com destaque para a música "Maldito Divórcio". 
Flor da Serra continuou sua carreira como compositor, fornecendo músicas para várias duplas. 
Foi produtor musical do programa "Rincão Brasileiro", da TV Bandeirantes, de 1983 a 1988.

Nenhum comentário:

Postar um comentário