Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

RC

domingo, 5 de novembro de 2017

Zé Paraguai & Paraíso

Zé Paraguai & Paraíso (1ª formação)

Informações prestadas pelo próprio Zé Paraguai em correspondência encaminhada ao Blog do Marrequinho através do nosso amigo em comum, Sr. Guido Carrijo, morador na mesma cidade onde hoje reside o Zé Paraguai (Jussara-GO).


--------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Zé Paraguai, cujo nome verdadeiro é José Rosa foi nascido em Campos Belos (MG)”. Veio prá Goiás com 08 anos de idade, e sua família foi morar na Faz. Matinha (Saída pra Leopoldo de Bulhões (GO)).
Começou cantando com + ou - 13 anos, em bailinhos de roça.  Aos 14 anos voltou prá Minas de novo, onde cantava com seu tio na Rádio Clube de Campos Belos fazendo segunda voz. A Dupla chamava-se “Tio Benite & Uberabinha” (Zé Paraguai era o Uberabinha). Seu programa ia ao ar duas vezes por semana. A Dupla durou apenas dois anos, sendo que aos 16/17 anos, ele voltou de novo prá Goiás, já com o nome de Zé Paraguai e formou dupla com o Campineiro e teve várias apresentações em diversas Emissoras de Goiânia, mas, não fez nenhuma gravação com o Campineiro.
A Dupla durou apenas um ano e pouco. 
Ele ficou alguns meses sem parceiro de dupla, até que um dia, numa barbearia em Goiânia, ele conheceu um rapaz chamado Gerio, de Itumbiara (GO), que dizia ser primo do “Praião & Prainha”, cantava, mas não tinha nome artístico, então fizeram um ensaio/teste e as vozes combinaram.
O Zé Paraguai teve a brilhante ideia de batizar seu novo parceiro com o nome artístico de Paraíso, tendo estão surgido a dupla “Zé Paraguai & Paraíso” na primeira formação. Gravaram 2 (Dois) LPs e três Compactos Duplos pela gravadora Califórnia. A primeira formação da dupla durou + ou - uns 7 (Sete) anos, e, foi desfeita em virtude do Paraíso ter perdido a voz devido a uma pneumonia muito forte que afetou suas cordas vocais.
Foi aí que o Zé Paraguai registrou e patenteou a marca  "Zé Paraguai & Paraíso", sendo registrada ainda no tempo em que Juscelino Kubitschek era Presidente da República.
Depois de quase um ano sem parceiro, Zé Paraguai formou nova dupla com Eduardo Nascimento Teles, que era seu vizinho e seu fã, usando a mesma patente "Zé Paraguai & Paraíso", mas, alertando o segundo Paraíso sobre a posse dessa patente, e, que caso deixasse a dupla perderia o nome.
Com o segundo Paraíso foram gravados 4 LPs. Três no Selo Califórnia, tendo o Selo "Mourão da Porteira" relançado um com a alteração do repertório original.
Zé Paraguai abandonou a carreira artística + ou - no começo dos anos 80, sem motivos específicos, simplesmente se sentiu desmotivado e desencantado com a Arte. Depois que encerrou suas atividades artísticas  vendeu sua patente da marca “Paraíso” para o Sr. José de tal, que foi parceiro de Tião Carreiro por algum tempo e atualmente canta com o Mococa, formando a dupla Mococa & Paraíso.
Atualmente reside na cidade de Jussara-Go, no Mato Grosso Goiano. Zé Paraguai se encontra muito bem de saúde, amimado e manda ainda um sincero abraço a todos seus fãs e admiradores, especialmente um abraço para o grande compositor "Marrequinho".
                          Assinado: José Rosa “(Zé Paraguai)”
-----------------------------------------------------------------

ZÉ PARAGUAI & PARAÍSO
Dupla sertaneja de Goiás. Em suas duas formações conseguiram muito prestígio nas décadas de 60/70, tendo gravado 05 (Cinco) LPs e três Compactos Duplos contendo músicas que tiveram grande aceitação por parte dos admiradores da genuína música sertaneja Raiz. Suas músicas que mais se destacaram foram: “A Distância”, “Casinha de Mãe”, “Eu Só Gosto de Você”, “Mãezinha Querida”, “Pare o Casamento” “Hoje eu Preciso Sair” e “Homem Matador”.
O Blog do Marrequinho como também o R-sertaneja presta homenagem a estes caboclos que desfilaram no cenário artístico de Goiás e, souberam defender a autenticidade do cancioneiro sertanejo goiano e brasileiro, com verdadeira dedicação e respeito pela música verdadeiramente nossa. Zé Paraguai & Paraíso tem seus nomes escritos no grande livro da história da Música Sertaneja Brasileira.

(Marrequinho= R-sertaneja).

Nenhum comentário:

Postar um comentário