Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

sábado, 17 de novembro de 2012

Marreco & Marrequinho 17/11/12

Marreco & Marrequinho
Terça-feira, 6 de março de 2012.
Marreco & Marrequinho
Em 1957 formei dupla com o José Onofre Leite, que tinha trazido com ele, quando se mudou para Goiânia vindo lá das bandas de Itaberaí - Go, o apelido de Marreco.
Assim foi fácil arranjar para mim um pseudônimo que soasse bem junto ao dele.
O que achamos que ficaria melhor foi Marrequinho.
E assim surgiu no cenário artístico goiano “A dupla do Momento”: Marreco & Marrequinho. Mantínhamos programas na rádio clube de Goiânia a pioneira em Goiás (fundada em 1942).
Em 1958, apadrinhados pelo nosso amigo Goiá gravamos três discos 78 R.P.M. na RCA VICTOR, São Paulo. Nossa Verdade (Cururu) composição de Marrequinho – Marreco – Piracy
 Passado de Um Boêmio (Tango) composição de Marrequinho – Sapezinho – Ditinho Paraguaia da Fronteira (Polca paraguaia) composição de Goiá - Zilo Estrada da Amargura (Tango) composição de Marrequinho - Aldegundes Tortura do Remorso (Tango) composição de Marrequinho Tempo de Carreiro (Cururu) composição de Marreco
Em 1959 o Marreco foi nomeado para assumir um cargo em um órgão do Estado de Goiás e abandonou a carreira artística.
Foi quando arranjei um emprego no Bazar Paulistinha conceituada discoteca, pioneira na venda de discos no Centro – Oeste brasileiro, de propriedade do Waldomiro Bariani Ortencio.
Naquela Empresa trabalhava também o Olídio Machado (Nuvem Negra) e a formação de uma dupla entre nós foi quase que automática. Nuvem Negra era de Ituiutaba - Mg, dono de uma excelente primeira voz. Surgiu então à dupla: Marrequinho & Nuvem Negra
 Marrequinho & Nuvem Negra Apoiados no prestigio do Waldomiro Bariani, nosso patrão, em 1961 gravamos um compacto duplo (quatro músicas) na gravadora Áudio Fidelity do Brasil. Ergam as Taças (C. Rancheira) composição de Bariani Ortencio – Lindomar Castilho Meu Tormento (Guarânia) composição de Ubirajara Moreira – Parcival Moreira Adeus à Boemia (C. Rancheira) composição de Marrequinho – Campeão Se a Lua Contasse (Balanceado) composição de Nuvem Negra
Faço esta postagem atendendo pedidos de amigos, fãs e admiradores destas raridades musicais e para deixar registrado mais um pedacinho da minha jornada pelos caminhos da arte.  Incluí aqui três outras raridades:
 Odaés Rosa - Marrequinho Homenagem ao Goiá (Polca Paraguaia) composição de Marrequinho – Odaés Rosa. Na interpretação de Odaés Rosa –
Em Duas Vozes (Declamação: Marrequinho) Senhora do Rosário (Congada) composição de Bariani Ortencio. Interpretação de: Marrequinho, Melrinho & Belguinha Ensopado de Lágrimas (Balada) composição de Marrequinho – Odaés Rosa, numa participação minha em um disco do Odaés Rosa onde improvisamos uma dupla.
Fonte http://blogdomarrequinho.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário