Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Os Atuais 05/09/13

Os Atuais
O grupo Os Atuais é um conjunto musical brasileiro de Tucunduva, no estado do Rio Grande do Sul. Formado em 1968, são conhecidos como "Os Reis do Baile". Seu criador Ivair David Costa, além de compositor, está a frente do grupo como diretor geral e tocou no conjunto por mais de 33 anos. Com três discos de ouro na bagagem e a marca de mais de 1.500.000 cópias vendidas, possui inúmeros sucessos nesta carreira de mais de 40 anos.
Já gravaram músicas com artistas como Tonico e Tinoco, As Marcianas, Carmem Silva, Nerí Batista e Eric e Henrique e têm composições cantadas por Rick e Renner.  


E atualmente, o grupo é formado por Pino (vocal), o membro mais antigo, Reny (guitarra e vocal), Ivair (baixo, guitarra e vocal), Rodrigo (teclados, violão e vocal), Sidnei (trompete e percussão), Gerson (trompete e vocal) e Eloi (bateria e vocal).
A carreira discografia somente se iniciou em 1971 com a gravação do LP independente batizado como "Os Atuais - Vol. 1". Depois não pararam mais de gravar, lançando em média um disco por ano. Lançaram ainda independentes mais três discos, sempre tentando um contrato com uma gravadora, aliás, em uma destas ocasiões quando recebidos pela extinta gravadora Beverly foram "tachados" como "uma salada de frutas", pois, na visão dos produtores que ouviram o disco, o conjunto não possuía um estilo definido e não daria certo.
Em 1975, a sorte mudou quando um representante da Chantecler (que em 1978 uniu-se a Continental e posteriormente, em 1993, fundiou-se a Warner Music) procurou o grupo e propôs um contrato, que tão logo foi assinado. E já gravaram o disco "Tarde de Domindo". Por esta gravadora produziram mais três discos. Em 1979, surgia a gravadora Isaec, lá o grupo gravou o disco "Os Atuais - Eu Voltei…" (Vol. 9) que podemos chamar de "a janela para o sucesso", infelizmente a gravadora Isaec não "resistiu" e acabou fechando, porém rapidamente a gravadora Copacabana com grande interesse no grupo comprou os tapes originias do disco e reeditou agora em seu selo, o disco ganhou grande destaque e chegou a marca de 80 mil cópias vendidas entre fitas e discos de vinil.
Seguiram gravando normalmente um disco por ano: em 1980, o álbum "Toda vez Que Chove"; em 1981, "A Garota do Baile"; em 1982, "Dia de Festa"; todos com boas vendagens e muitos sucessos, em 1983, com o disco "Barco do Amor" conquistaram o sonhado Disco de Ouro, venderam mais de 200.000 cópias e se tornaram definitivamente um dos maiores sucessos musicais da música regional sul brasileira. "Barco do Amor" é uma versão para a canção "Farewell, Farewell to Callingford" de T. Hendrik e K. Van Haaren, a versão em língua portuguesa foi feita por Ivar David Costa e Reny de Oliveira. A versão "original" fez relativo sucesso no inicio desta década nas vozes do grupo feminino À la Carte.
A década de 1980 foi a de maior sucesso do grupo, que seguiu gravando pela gravadora Copacabana, em 1984 lançam o LP "Fim de Semana", destaque para as faixas Amada Minha, Palomita Branca, O Baile do Niquinho e a título Fim de Semana, que em 1999 foi regravada por Rick & Renner. Em 1985, foi lançado o disco "Quero Bis" e o Reny de Oliveira deixou o grupo para formar o grupo Hello. Seguindo, 1986, chega ao mercado o disco "Lindo demais pra Esquecer", em que um dos grandes destaques foi à música Beijinhos daqui e dali, pois com ela participaram do programa Xou da Xuxa na TV Globo.
Em 1987, o álbum "Mexe Comigo" rendeu o segundo Disco de Ouro ao grupo, que ainda gravou os álbuns "Pensando Nela", em 1988, "Velho Vaqueiro", em 1990, e "Bambina", em 1991, fechando doze anos de parceria com a Copacabana. Depois o grupo passou por transformações, em 1992 foram contratados pela gravadora RGE e por esta lançaram quatro álbuns, "Locutor Apaixonado", em 1992, "Amore Mio", em 1994, "Os Atuais", em 1995, e "Deixe dDele Que Eu Deixo dela", em 1996.
O ano de 1997 foi marcante com o retorno de Reny de Oliveira e por assinarem contrato a Gravadora Acit, por esta lançaram "Os Atuais", em 1997, "Uma Melhor Que a Outra" - 98 “Docinho de Coco”, em 1999, "Linda Mexicana", em 2000, "14 Sucessos ao Vivo", em 2001, que também foi o primeiro DVD do grupo lançado, e "Reis do Baile" em 2002.
Em 2003, assinaram contrato com a gravadora USA Discos, gravam o álbum Duplo "A 150 por Minuto" e com este disco recebem o terceiro Disco de Ouro, pela Usa Discos gravaram ainda "Chuva de Prata", em 2004, "Gosto de Bombom", em 2005, e os DVDs "Gosto de Bombom", em 2006, e "Nossa História", em 2006. Naquele ano, com uma nova formação, lançam o disco "Não Resista À Tentação", em 2006, pela gravadora Vertical, ainda por esta gravadora, em 2007, chega o disco "Sinal Fechado" e o mais recente trabalho "A Você, Com Carinho", em 2008, que chega ao mercado nos formato CD e DVD, completando 36 álbuns, quatro DVDs e uma história rica em musicalidade, carisma e sucesso.
Biografia enviada por arisi em
Você Sabia?
Os Atuais hoje são: Pino vocalista, Reny guitarra e vocal, Ivair baixo, guitarra e vocal, Rodrigo teclados, violão e vocal, Sidnei trompete e percussão, Gerson trompete e vocal, Eloi bateria e vocal
Contribuição de jaderjhn
Foi formado em 1968 e são conhecidos como "Os Reis do Baile".
Já gravaram músicas com artistas como Tonico e Tinoco, As Marcianas, Carmem Silva, Nerí Batista e Eric e Henrique e têm composições cantadas por Rick e Renner.
O grupo Os Atuais é da cidade de Tucunduva, no Rio Grande do Sul
O grupo foi criado por Ivar David Costa, que além de compositor, fez parte por mais de 33 anos.
O escritório do grupo situa-se na Rua "Os Atuais"
A carreira discografia somente se iniciou em 1971 com a gravação do LP independente batizado como "Os Atuais - Vol. 1".
Lançaram ainda independentes mais três discos, sempre tentando um contrato com uma gravadora, aliás, em uma destas ocasiões quando recebidos pela extinta gravadora Beverly foram "tachados" como "uma salada de frutas", pois, na visão dos produtores que ouviram o disco, o conjunto não possuía um estilo definido e não daria certo.

Contribuição de THUNDERCAT

Nenhum comentário:

Postar um comentário