Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Pedro Paulo e Paulo Vitor

Pedro Paulo e Paulo Vitor
Olá amigos!
Vamos contar para vocês um pouco da nossa história.
Para quem não sabe somos irmãos; e desde nossa infância sempre fomos apaixonados pela música sertaneja. Nosso pai também já fez parte de uma dupla chamada Cassiano e Cassianinho.
Foram às pessoas com quem aprendemos muito e que nos incentivaram bastante.
Por eles cantarem com o nome de Cassiano e Cassianinho foi assim que os amigos na época nos deram o nome de Cássio e Cacildo.
Nascemos no município de Cássia-MG e fomos criados na cidade de Capetinga também em Minas Gerais. 


Atualmente moramos em Franca-SP, mas a nossa história com a música começou mesmo quando começamos a cantar em festas e barzinhos e também a participar de vários festivais de música sertaneja.
Ainda em Capetinga conhecemos o grande compositor Domiciano, que hoje é consagrado em todo Brasil com grandes sucessos gravados por Rio Negro e Solimões, Christian e Ralf e muito outros.
Ele se tornou a pessoa que mais lutou pela nossa carreira e juntos passamos a compor e a participar de festivais por todo Brasil. Tivemos a felicidade de vencer por duas vezes a Violeira Rose Abrão de Barretos e vários outros.
No ano de 1997 com a produção de Domiciano gravamos o nosso primeiro CD e não paramos mais, hoje estamos com o CD de número 7 da nossa carreira.
A partir do segundo CD, por motivos maiores, mudamos o nome da dupla para Pedro Paulo e Paulo Vítor.
É isso aí, agradecemos a Deus, aos nossos familiares, ao Domiciano e a vocês fãs que acreditaram em nosso trabalho.
Realise tirado do site

Adriano e Anderson
Têm feito diferença nos shows sertanejos, por cada região que passam. Aliados com ternura e dedicação, a dupla tem contagiado o público e, além de se apresentarem com bastante vigor e emoção, trazem um repertório bem diferenciado, cantando desde sertanejo mais clássico, ao mais moderno (Universitário).
A dupla iniciou a carreira há cinco anos em Pompeu, Minas Gerais. Adriano, 27 anos, influenciado pelo seu tio que era músico, começou na carreira artística como músico de bandas, ao cantar no coro da igreja.
Anderson, 32 anos, por influência dos seus pais, se envolveu com a música ao cantar nos bares de Minas Gerais. Desde cedo, foi visível que a música caipira fazia parte das vidas desses dois mineiros que se espelhavam em grandes nomes da música sertaneja como Alan e Aladim, Gilberto e Gilmar, Gino e Geno, Tião Carreiro e Pardinho, dentre outros.
A dupla Adriano e Anderson realizou três trabalhos, sendo que o primeiro CD intitulado “Nossa História”, foi produzido em Belo Horizonte, o segundo CD intitulado “Vontade de te Ver”, foi produzido pelo produtor Pinocchio, em São Paulo, e o terceiro CD intitulado “Sem amor não dá”, foi produzido em Belo Horizonte, pelo produtor Pinocchio e Fabinho Gonçalves.
O trabalho mais recente é o CD entitulado Adriano e Anderson Acústico ao vivo, com participação especial de César Menotti e Fabiano, Alan e Alex e Gisa Freitas, gravado em Pompeu, sendo produzido por Fabinho Gonçalves e Cristiano Caldas.
Em 2007 a dupla fez várias apresentações em Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Goiás, Mato Grosso, e gravaram a música “Adeus para nunca mais” em parceria com a dupla César Menotti e Fabiano. Participaram de shows com as duplas Bruno e Marrone, Edson e Hudson e Eduardo Costa.
Em 2008 a dupla passou por várias cidades de Minas Gerais, como Governador Valadares, Pompeu, Papagaios, Itabirito e Bom Despacho mostrando, nesta região, o melhor do sertanejo, e com todo carisma e humildade, se destacam cada vez mais no cenário da nova geração de duplas românticas.
Com todo carisma e dedicação, a dupla Adriano & Anderson vem conquistando grande espaço no universo sertanejo. Devido a isso, eles acabam de lançar mais um sensacional trabalho titulado “Sem amor não dá”.
O CD contém 16 faixas, com os maiores clássicos da autêntica música sertaneja, incluindo algumas regravações como “Ciúme Exagerado” e “Som e Imagem”. O novo álbum conta com as participações da dupla César Menotti e Fabiano com o grande sucesso “Adeus pra Nunca Mais”, e da cantora Gisa Freitas com a música “Agora sou Feliz”, que é um hino evangélico composto por César Menotti, Fabiano e Fábio Lacerda em agradecimento ao nosso Pai Eterno.
Esse trabalho foi produzido por dois ilustres membros do meio sertanejo, o grande amigo e maestro Pinocchio e Fabinho Gonçalves, que vem expandindo neste universo como uma das novas revelações do cenário sertanejo.
Em 2007 a dupla Adriano e Anderson gravou a música "Adeus para nunca mais" em parceria com a dupla César Menotti e Fabiano. Adriano e Anderson participaram também de shows com as duplas Bruno e Marrone, Edson e Hudson e Eduardo Costa.
O álbum "Sem amor não dá"/2009, acústico e ao vivo, além dos maiores clássicos da música sertaneja, traz algumas regravações como “Ciúme Exagerado” e “Som e Imagem”; além de "Adeus pra Nunca Mais", gravado com a participação da dupla César Menotti e Fabiano e "Agora sou Feliz" - música gospel composição de César Menotti, Fabiano e Fábio Lacerda em agradecimento a Deus, sucesso na voz da cantora Gisa Freitas.
Contribuição de Elizabeth
Biografia enviada por Elizabeth em 17/12/2009

Airo e Ruan. 
O cantor Ruan (Jurani Benitez de Carvalho) nasceu na cidade de Figueirão/MS, mas foi criado em Camapuã/MS.
Ainda criança, vendo sua mãe cantar, em festas comemorativas despertou a vontade de cantar.
Um pouco mais tarde já aos quatorze anos, com seu irmão participou de vários festivais na cidade de Camapuã.
Logo conheceu o cantor e compositor Airo, e juntos formaram a dupla Airo e Ruan.
Tocaram em grupos musicais da região, e em 1997 gravaram o primeiro CD. Airo e Ruan - Do Brasil à Argentina. Este é o primeiro trabalho da dupla Airo e Ruan, com 13 músicas inéditas assinadas por eles mesmos. O CD traz algumas das melhores composições de Airo.
Airo tem músicas de sua autoria gravadas por grandes duplas brasileiras, como Bruno e Marrone (Toma Juízo e Choro, Choro); Daniel (Quem Diria, Eu); Edson e Hudson (Ela Encasquetou); Milionário e José Rico (Decida); Dois a Um (Tadim, Tadim); Gilberto e Gilmar (A Culpa é Sua); João Bosco e Vinícius (Enquanto o Inverno não Passar); Grupo Tradição (Quem Mandou Largar de Mim) e ainda com Felipe e Falcão e DVD de Bruno e Marrone. Airo tem mais de 250 músicas sertanejas gravadas por grandes nomes regionais e nacionais.
Em âmbito regional, Airo tem músicas de sucesso gravadas por Brenno Reis & Marco Viola; Patrícia e Adriana; Thulio e Thiago; Gilson e Júnior e Luís Goiano e Girsel da Viola. Também estão confirmadas canções de Airo nos próximos CDs de Milionário e José Rico, Leonardo e Gino e Geno.
A dupla Airo e Ruan trabalharam juntos até o ano de 2005.
Airo, que formava a dupla com o cantor Ruan, continua sua dupla com Frank, um dos maiores produtores musicais de Mato Grosso do Sul, com um histórico de produção de discos e lançamentos de nomes como Brenno Reis e Marco Viola; Jads & Jadson e outros nomes da música sul-mato-grossense.
A dupla Frank & Airo, tem uma parceria de 20 anos de profissionalismo na música sertaneja e regional, em Mato Grosso do Sul e no circuito nacional, Frank como produtor e Airo como cantor e compositor.
Ruan conheceu Edson á quinze anos. O cantor Edson (Edson Silva de Oliveira) nasceu na cidade de Saúde - BA, e mora em Mato Grosso do Sul desde os dois anos de idade. Começou cedo na musica, com apenas doze anos de idade, na cidade de Bandeirante-MS. Vindo de uma família onde todos os irmãos cantavam, foi incentivado pelo irmão mais velho a gostar de música sertaneja.
Edson participou de vários festivais, gincanas e programas de TVs, como destaque o programa clube do Bolinha.
Participou de um grupo musical de sua cidade.
Anos depois foi convidado para morar em Campo Grande/MS, pra cantar e tocar contrabaixo no extinto grupo Uirapuru, onde ficou por um ano e em seguida fundou o grupo Zíngaro, onde ficou por nove anos.
Em 2006, Edson e Ruan decidiram formar uma dupla. Com um ano de dupla já se apresentaram em várias casas noturnas de Campo Grande e em várias outras cidades do estado do Mato Grosso do Sul.
Apostando em parcerias com grandes nomes, Edson e Ruan gravaram seu primeiro CD, com a produção de Ivan Miyazato e com composições de Phinóquio, Rick, Cezar Augusto e compositores regionais como Elizandra, Marco Aurélio, Airo entre outros, além de músicas próprias.
Na gravação estiveram músicos convidados como: Albino Infantózi e Maguinho na bateria, Paulinho Coelho violões, Luiz Gustavo. Músicos que gravaram com grandes nomes como Zezé, Daniel, Xororó etc. Numa produção conjunta entre os Estúdios Panttanal em Campo Grande e IP estúdios em SP.
Biografia enviada por Elizabeth em 23/11/2009

Alan e Alex
 Gravaram um acústico independente e, em pouco tempo, começaram a dar forma ao segundo trabalho, em São Paulo, que contou com a direção musical do produtor Newton D'Ávila. No currículo de D'Ávila estão álbuns de artistas como Rio Negro e Solimões e Padre Marcelo Rossi.
O CD, intitulado 'De alma e coração', contou também com a produção musical de Nando, do Roupa Nova. Do grupo, Alan e Alex regravaram o grande sucesso 'Volta pra mim', que ganhou cara nova e o estilo inconfundível da dupla. Além de Newton D'Ávila e Nando, o CD também teve a participação de Eduardo Costa e César Menotti e Fabiano. A faixa que deu nome ao segundo disco "De alma e coração" também foi destaque neste trabalho.
Ela foi executada em várias rádios de Minas Gerais e ficou, durante muitas semanas, entre as dez mais pedidas da Rádio Liberdade FM, destaque no gênero musical na capital mineira. Com essa música, Alan e Alex tiveram a oportunidade de participar do projeto Gado Novo, no qual a dupla foi escolhida entre 400 de todo o Brasil pela gravadora Universal Music. Alan e Alex participam deste projeto com mais 12 duplas também selecionadas, em que promoveram o lançamento de um CD duplo.
Em 2006, o CD 'Ao Vivo' da dupla, gravado no Andy's Pub e no Chevrolet Hall, foi o primeiro passo para a idéia da gravação do DVD. Em 2007 a dupla participou do DVD de Eduardo Costa, juntamente com o cantor Leonardo. A gravação deu repercussão nacional à dupla e resultou na parceria de Alan e Alex com o Talismã, escritório do cantor Leonardo, que cuida de vários artistas como Pedro e Thiago, Eduardo Costa entre outros.
O DVD 'Alan e Alex ao vivo em BH', gravado em outubro de 2007, no Alambique, com participação de Eduardo Costa e Tomate (ex-Rapazolla) será lançado com grande festa em 2008. Além do lançamento do DVD, a dupla também tem outros projetos como o CD 'Alan e Alex Elétrico' e 'Alan e Alex para crianças'.
Biografia enviada por extrella em 12/5/2010

Alecir e Alessandro
Está formada há 18 anos. De uma grande afinidade musical entre ambos, surgiu a dupla que é um dos novos sucessos da música sertaneja do Brasil.
A Dupla lançou seu primeiro CD “Você no Coração”, em março de 2005 no Jerônimo West Music, Cuiabá MT. São muitos ritmos contagiantes para embalar festas e os casais apaixonados. Um dos maiores sucessos da dupla é a música "Com Você". A dupla está conquistando o coração do Brasil com seu talento musical.
Na região Centro-Oeste do País, a música mais tocada de Alecir e Alessandro é ‘O Fora’, enquanto que no interior de São Paulo, as mais conhecidas são ‘Não vou te esquecer’ e ‘Você no coração’. A dupla parece cativa nos principais canais de televisão de Cuiabá. "Cantamos, sempre, nos programas Revista da Manhã/Record e Olho Vivo na Cidade e Cidade 40 graus, do SBT", afirma Alecir.
Em 2005 a dupla se apresentou na Festa do Peão de Barretos (SP).
Em 2007 a dupla gravou o primeiro DVD.
Vindos do interior de Goiás da cidade de Trindade, a dupla Alecir e Alessandro vem fazendo muito sucesso no estado de MT, estendendo agora seu trabalho para outros estados de grande importância no cenário da música sertaneja como MG, SP, MS e GO.
Alecir e Alessandro
Nome: Welinton Gomes Ferreira (Alecir)
Pai: Alexandre Ferreira Filho
Mãe: Luzia Gomes Ferreira
Natural: Trindade - GO
Idade: 35 anos
Começou a cantar aos 10 anos de idade em gincanas de colégio. De família humilde, trabalhava em serviços rurais, como o de tirar sementes, plantar abóbora, capinar roça de milho e arroz.
O primeiro violão veio aos 15 anos de idade, um presente da avó. Aos 16 anos começou a cantar nos festivais. Ganhou todos dos quais participou.
Aos 20 anos começou a cantar nos bares de Goiânia, onde dividiu palco com vários nomes famosos como Bruno e Marrone, Felipe e Falcão, André e Adriano, Fábio e Fernando e muitos outros, sempre se destacando em suas apresentações.
Conheceu Alessandro há 18 anos atrás, quando despertou o interesse de cantarem juntos.
Desde então, em todas as serenatas e festas de amigos estavam cantando, com uma grande afinidade de repertório.
Até que em 1999 formou-se a dupla Alecir e Alessandro, nome de dois primos de Welinton.
A dupla começou a fazer shows em Goiás, Tocantins, São Paulo e Mato Grosso.
Em 2000 Julio César, que já trabalha com a dupla, mudou-se para Cuiabá. Vendo o seu talento, sentiu que poderia convidá-los a morar em Cuiabá, para onde vieram em setembro de 2001.
E não pretendem se mudar mais.
Apresentaram-se no Independência Country II, em 2002.
A Dupla lança seu primeiro CD dia 05 de março de 2005 no Gerônimo West Music. São muitos ritmos contagiantes para embalar festas e os casais apaixonados.
Nome: Atila Aguiar Alves (Alessandro)
Pai: Antenor Alves de Oliveira
Mãe: Dima Aguiar Alves
Irmão: Igor Aguiar Alves
Criado em: Goiânia - GO
Natural: Trindade - GO
Idade: 29 anos
Começou a cantar aos 09 anos de idade quando um amigo de seu pai sabendo que ele gostava muito de cantar, o presenteou com um violão, a partir daí, começou a estudar, praticar e freqüentar aulas de violão.
Suas primeiras apresentações em público foram num barzinho em Trindade - GO, o qual seu pai freqüentava todos os domingos pela manhã. O público era composto pelos amigos de seu pai, que tomavam aquela cerveja todos os domingos.
A primeira apresentação para um público maior foi em um festival de música sertaneja realizado no cinema da cidade de Trindade, onde Alecir (que na época cantava sozinho) também participava.
Alessandro na época tinha 10 anos, e daí pra frente sempre participava de festivais e cantava sempre em festas, na escola e onde pudesse cantar. E foi em um festival que Welinton (Alecir) e Atila (Alessandro) se conheceram, quando um músico da banda que acompanhava os participantes do festival sugeriu ao Sr. Antenor (pai de Alessandro) que arrumasse alguém para fazer segunda voz para seu filho e indicou Alecir. E foi assim que cantaram neste festival a música "Era Ponto Negro", de Chitãozinho e Xororó.
Surgiu daí uma grande amizade que perdura por mais de 17 anos.
Mas a carreira profissional dos dois não começou aí. Alecir, que na época trabalhava na roça, dando duro para ganhar a vida e Alessandro na época com 12 anos estudava; seguiram caminhos diferentes, mas sempre se encontrando em festas, sempre cantando, fazendo serenatas nas madrugadas trindadenses.
Foram duplas diferentes, Alecir se apresentou por vários anos no La Fourchet, casa onde dividiu palco com Bruno e Marrone por vários anos. Alessandro também trabalhava nas noites viajando pelas cidades do interior de Goiás, mas sempre se encontravam nas festas e cantavam juntos até que em 1999 resolveram se juntar e cantar juntos.
Mas a carreira profissional da dupla Alecir e Alessandro começou em 1999, nome de dois primos de Welinton.
Apresentam-se em todo o Estado de Goiás, Interior Paulista, Minas Gerais, Tocantins e em novembro de 1999 fizeram a sua primeira apresentação no Estado de Mato Grosso, nas cidades de Sinop e Colíder. Em setembro de 2001 se mudaram para Cuiabá, onde se apresentaram nas mais importantes casas de shows de Estado. Enfim, várias festas no interior do Estado.
Alecir e Alessandro são uma dupla goiana com um histórico de luta e amor pela música. A música Pétalas é o mais recente sucesso da dupla.

Biografia enviada por Elizabeth em 14/12/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário