Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

sábado, 15 de novembro de 2014

Luiz Faria e Silva Neto

Luiz Faria e Silva Neto
Luiz Faria da Silva, nascido em Flórida Paulista, no interior do estado de São Paulo, no dia 05 de março de 1948, e Evaristo Cândido da Silva Neto, nascido em Pompéia, também no estado de São Paulo, no dia 05 de setembro de 1933.
Luiz Faria trabalhou durante 22 anos como supervisor técnico de frotas na D-Paschoal, empresa para a qual continua prestando serviços como autônomo. Evaristo é armador na construção civil e, dentre diversas atividades, trabalhou na construção da pista ascendente da Rodovia dos Imigrantes (que liga o Litoral Paulista à Grande São Paulo), na década de 1970.
Paralelamente às suas atividades profissionais, os dois irmãos se dedicaram à música caipira raiz e, além da interpretação em dupla, Luiz Faria também se mostrou um excelente compositor.
Os irmãos Luiz Faria e Evaristo gravaram em disco um total de apenas 17 músicas, que compõem o repertório de algumas faixas constantes em dois LPs de Festivais dos quais participaram, além da participação numa faixa do CD do Grupo Catira Brasil, e as 13 faixas do CD "Rio Formoso", lançado no início de 2004.


De início, Evaristo formou com seu irmão Hercílio Cândido da Silva, já falecido, a dupla Sílvio e Silvinho.
Além do irmão Hercílio, Evaristo cantou junto com diversos parceiros, até formar, em 1968, a dupla com seu irmão Luiz Faria, dupla essa que já completou 40 anos de existência, apesar de ser desconhecida.
No início da década de 70, Luiz Faria e Evaristo formavam a dupla "Amarildo e Amaral", a qual mais tarde passou a ser chamada de "Amaril e Amaral", atendendo a um pedido de desculpas do Amarildo que na época integrava a dupla "Amarildo e Agnaldo" e que havia usado indevidamente o nome do Amarildo, quando a dupla "Amarildo e Amaral" (Luiz Faria e Evaristo) já havia participado em duas faixas do LP do "I Festival de Música Sertaneja do Interior".
Os irmãos Luiz e Evaristo foram finalistas do "I Festival de Música Sertaneja do Interior", promovido pelo Radialista Fauzi Kanzo que apresentava o programa "Rancho Alegre" na Rádio Cultura de Campinas/SP.
No LP que foi gravado na Continental, a dupla "Amarildo e Amaral" gravou a 3ª faixa, intitulada "Felicidade" (Luiz Faria da Silva), e Amarildo (Luiz Faria), solando a viola caipira, gravou a 13ª faixa, intitulada "É Fogo" (Amarildo), contando com o acompanhamento de Zé do Rancho no violão.
Alguns anos depois, a dupla participou do Festival "Beira da Tuia", promovido pela dupla Tonico e Tinoco, que também deu direito à participação numa faixa do LP.
Em 2004 lançam o CD "Rio Formoso", com destaque para o valseado "Lamento", o cururu "Rio Formoso", a toada "Caboclo Pé Vermeio" e da moda de viola "Erro Judiciário", entre outras.
Merece destaque também o recortado "Sarna de Carrapato", que é uma brilhante participação da dupla Luiz Faria e Silva Neto no CD "Catira Brasil e Amigos - Catira e Viola" do Grupo Catira Brasil.
CONTATOS PARA SHOWS:
FONES: (19) 3809-2743 (Silva Neto)
(19) 9210-4679 (Luiz Faria)

Nhô do Rodo e Zé da Enxada
Foi cantando em um circo que eles sentiram que esse era o caminho a seguir, lá na década de 70, há pouco mais de quarenta anos.
A dupla Nhô do Rodo e Zé da Enxada resistiram ao tempo e à modernidade, e persiste até os dias atuais com sua tradicional música caipira.
Além disso, marca registrada da dupla é o humor, em personagens engraçadíssimos, Nhô e Zé há mais de 30 anos trabalham em rádios e TVs do Paraná fazendo resgate da cultura caipira.
Até na Rádio Iguaçu, aqui de nossa cidade, a dupla já apresentou um programa por 25 anos.
 “Foi aqui que tudo começou, quando a dupla veio do interior do Paraná, vieram para Araucária e começaram o programa no rádio”, conta o produtor Adilson.


Beatriz Soczek
Biografia

Beatriz Soczek nasceu em 02/09/1994, em Quitandinha – PR. Filha de Anastacia Laska Soczek e Francisco Soczek Neto, Seu pai faleceu quando tinha 1 ano e 10 meses, não conheceu o pai. Quando criança com 7 anos, já brincava com uma varinha batendo em tampas de panelas e em latões de tinta (bateria); aí percebeu que tinha talento pra música. Aos 8 anos começou a aprender a tocar violão e com 3 semanas já sabia tocar a música Chico Mineiro. Logo procurou aula de técnica vocal, pra aperfeiçoar a voz e assim foi continuando.Mais tarde, resolveu tocar viola e continuou a se aprimorar. Pessoas admirando seu carisma foram incentivando e foi melhorando. Sempre participou dos aniversários da cidade de Curitiba, convidada pela Fundação Cultural e fez shows beneficentes na região. Participou da Canja de Viola em Curitiba aos domingos no TUC; dando preferência para musicas sertanejas… Incentivada pela sua mãe (Anastácia), gravou a primeira música na Canja de Viola com o titulo LIÇÃO DE VIDA(autor desconhecido) e depois Rainha do Paraná (Nizio). Em 2007 viajou para Igaraçu do Tiête – SP e Barra Bonita – SP, onde participou de vários eventos. Em 2007 Gravou seu primeiro CD: TRIÂNGULO SERTANEJO, uma coletânea e em 2008 seu segundo Cd ESPORA DE PRATA no qual o Padre Reginaldo Manzotti participa em uma música. Suas Músicas são aceitas em todas as cidades do Brasil. Viajou a Porecatu – Pr aos 14 anos para divulgar seu CD, quando visitou a cidade de Florestópolis, Lupionópolis, Centenário do Sul e Mirante do Paranapanema. Foi hospedada na fazenda Candiolinda em Porecatu pelo compositor Valdevino Sobral.
Seu 3º CD gravou no final de 2010 com 16 anos, Titulo : Risquei seu telefone. Nunca teve empresários, sua mãe Anastácia Laska Soczek que dá todo apoio. A música Rainha do Paraná (Nízio) teve bastante repercução na região. Em seu 2º CD, as musicas mais tocadas foram Pequeno Agricultor (Francisco Franco) Senhora das multidões (Valdevino Sobral) e Espora de Prata (Mineirinho) . Do seu 3º CD está sendo mais ouvida Risquei seu telefone (Soberano/Beatriz Soczek) Estou Pedindo que me esqueça (Soberano/Beatriz Soczek) Amor Cigano (Mineirinho). Em Festa de Peão (Valdevino Sobral/Beatriz Soczek) e Meu Querido Sul (Valdevino Sobral). Mais de 40 rádios da internet, FM e AM tocam suas musicas direto. É filiada na ABRAMUS desde 2008. Começou a tocar sanfona em Agosto de 2009, gravou a Música Chalana e colocou no youtube, hoje tem mais de 28.300 Exibições. Minhas apresentações sempre é solo, VOZ E VIOLÃO, não tenho banda, nos locais aonde vou, tem as bandas, aí me acompanham pra me dar um apoio. Meu estilo de cantar é Sertanejo, Cowtry, musica gaúcha, internacional e agora rock. : afirma a cantora que Apresenta nos shows musicas de Chitãozinho e xororó, Zeze di Camargo e Luciano, Daniel, Guilherme e Santiago, Amado Batista, Victor e Léo, Edson e Hudson, e demais artistas. Os fãs fazem muito pedido de musicas no show.

Nenhum comentário:

Postar um comentário